Super Vicki

ESTAMOS EM PROCESSO DE MUDANÇA PARA NOVO ENDEREÇO:

http://espanador80.xpg.uol.com.br

NOVO E-MAIL:

espanardor80@gmail.com

 


Para melhor visualização deste site, faça o seguinte: na área de trabalho, aperte o botão direito do mouse e clique em PROPRIEDADES para acessar a parte de PROPRIEDADES DE VÍDEO; em seguida clique em CONFIGURAÇÕES onde você encontrará embaixo a opção RESOLUÇÃO DA TELA onde você colocará para MAIS (1024 por 768 pixels). Na barra de ferramentas do Internet Explorer, clique em EXIBIR. Vá em TAMANHO DO TEXTO e clique em MÉDIO.

Última modificação: 19 janeiro, 2016

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

BATE-PAPO COM LEEDS

 

 

 

 

Bate-papo ocorrido entre abril e setembro de 2000, onde Howard Ledds, o criador do seriado do seriado Small Wonder, responde às perguntas dos internautas.

Como a quantidade de perguntas e respostas é muito extensa, irei adicionar cinco de cada vez.

 

- Abril de 2000 -

 

01 – Antes de estar associado a uma mensagem técnica (Vocal Infantil de Comando Integrado), de onde surgiu o nome de Vicki?

Leeds: Fui eu que inventei o nome de Vicki. Na verdade, era VICI, para designar Voice Input Child Identicant (Vocal Infantil de Comando Integrado). Eu adicionei o “K” a fim de melhorar a pronúncia.

02 – Você fez algum trabalho de ficção científica na etapa inicial de Vicki?

Leeds: Não, eu nunca trabalhei ou escrevi ficção científica, e ela não me inspirou na criação de Vicki. Eu direi, entretanto, que meu interesse por ficção científica provavelmente veio a partir daí.

03 - Você considera seu trabalho no seriado "My Living Doll" (Minha Boneca Viva) mais comédia que a ficção científica?

Leeds: Eu era o produtor/roteirista principal de “Living Doll”, o qual foi criado por outra pessoa. Eu reescrevi e produzi o piloto (episódio teste), e desenvolvi então a série. Eu não escrevi todos os scripts (roteiros) originais porque era muito ocupado, ajudando outros roteiristas a desenvolverem suas histórias e reescrever seus scripts, quando necessário, na edição, moldação, pós-produção etc.etc.

04 - Você acha que é possível fazer um show estrelado por uma robô e que seriamente explore a mudança de comportamento familiar em virtude dele?

Leeds: Eu sinceramente não tenho todas as respostas para que tema um novo Small Wonder iria se concentrar. Logicamente eu iria querer que tivesse elementos de mudança de relacionamento familiar, sensibilidade, amabilidade etc. Sim, você pode abordar tudo isso com um robô, e eu fiz um monte disso no Small Wonder original.

05 – Enquanto víamos alguns artistas esquecidos fazerem participações com os Lawsons, nos perguntamos o porquê de você não ter escalado algumas personalidades conhecidas para o show?

Leeds: Eu nunca pedi qualquer tipo de “convidado” de nome para o show. O robô e sua relação com a família e vizinhos fizeram esse trabalho. Eu não tentei animar a audiência com “truque de elenco”. Talvez eu devesse ter feito, mas agora nunca saberemos.

  

 

ESTAMOS EM PROCESSO DE MUDANÇA PARA NOVO ENDEREÇO:

http://espanador80.xpg.uol.com.br

NOVO E-MAIL:

espanardor80@gmail.com

 

 

Acesse também: